PMDB vai propor ‘agenda positiva’ para votações no Senado 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de maio de 2011 as 11:10, por: cdb

A bancada do PMDB vai apresentar uma agenda positiva para votações na Casa, informou, nesta terça-feira (31), o senador José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado. O objetivo, de acordo com Sarney, é propor soluções para questões consideradas prioritárias, como a reforma tributária, as dívidas dos estados com a União e os investimentos em educação.

– O PMDB terá uma agenda ativa, proativa e vai propor algumas questões ao governo para solucionar, inclusive problemas de segurança – disse Sarney, que participou na noite de segunda-feira (30) de reunião da bancada peemedebista no Senado com o vice-presidente da República, Michel Temer.

Segundo o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), a desindexação da dívida dos estados é uma das prioridades da legenda.

– Não tem sentido absolutamente nenhum que a União acabe ganhando dinheiro em cima da rolagem das dívidas dos estados. Isso é uma coisa que definitivamente precisa ficar resolvida. Também estamos estudando na bancada uma maneira de compatibilizar a administração das dívidas dos estados com investimentos permanentes em educação e saúde de cada estado – assinalou.

Código Florestal

Sarney informou também que outro objetivo da reunião foi tentar unificar a posição da bancada para a votação do Código Florestal.

– Na reunião, resolvemos que vamos tentar unificar a bancada em torno de uma posição única. Esse é o desejo hoje do partido, de que nós tenhamos posições únicas sobre os assuntos a serem debatidos – disse o senador.

Para Renan Calheiro, o papel do Senado no debate do novo Código Florestal é encontrar um equilíbrio entre os interesses de produtores rurais e de ambientalistas

– O Senado entende, e o PMDB também, que essa é uma boa oportunidade e que podemos sim fazer a concordância da produção com a defesa do meio ambiente – afirmou o parlamentar.

Rodrigo Baptista / Agência Senado