PMDB quer que senador Luiz Otávio renuncie antes da votação no plenário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de setembro de 2003 as 20:23, por: cdb

Diante da forte reação negativa da indicação para o Tribunal de Contas da União (TCU) de um senador com processo por desvio de verba pública no Supremo Tribunal Federal (STF), o PMDB tenta convencer Luiz Otávio (PMDB-PA) a renunciar. A indicação do partido causou desconforto à cúpula do governo, que quer o PMDB na base.

Na reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com a cúpula do PMDB no Planalto, coube ao ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, e ao líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), tocar no assunto delicado com os líderes peemedebistas.

Renan Calheiros, líder no Senado, respondeu que a saída seria Luiz Otávio renunciar antes da votação de seu nome no plenário do Senado. A pressão vem de senadores governistas e da oposição. O principal argumento para convencer o senador é o risco que corre de ver seu nome rejeitado na Câmara.