PMDB nomeia senadores da CPI alinhados com o governo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de maio de 2007 as 21:56, por: cdb

O PMDB nomeou os senadores Gilvan Borges (AP), Leomar Quintanilha (TO) e Wellington Salgado (MG) para compor a CPI do Apagão Aéreo no Senado. A escolha dos senadores alinhados com o Palácio do Planalto reflete a disputa entre o PMDB da Câmara e do Senado em busca de cargos do segundo escalão do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Os suplentes serão os líderes do governo, Romero Jucá (RR), e do PMDB, Waldir Raupp (RO).

A nomeação dos 13 titulares e dos 13 suplentes deverá ocorrer até o final da tarde de amanhã. Antes, às 11 horas, os líderes de todos os partidos fazem uma reunião com o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), para um acordo de procedimentos.

Na composição da CPI, o governo terá sete integrantes e a oposição seis. Por isso mesmo, os partidos do bloco governista haviam decidido ficar com a presidência e com a relatoria da CPI do Apagão Aéreo no Senado, apesar dos protestos dos oposicionistas. No entanto, se a oposição aceitar abrir mão de investigações que avancem, por exemplo, sobre a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), poderá ser negociada a vaga de relator.