PM realiza intercâmbios para os Jogos de 2016

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de novembro de 2015 as 12:45, por: cdb

Por Redação, com ACS – do Rio de Janeiro:

A menos de um ano para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a Polícia Militar está intensificando seus treinamentos para garantir a segurança de milhares de turistas nacionais e estrangeiros, além de atletas e autoridades.

Mais de 80 intercâmbios internacionais já foram realizados desde 2010. Até a semana que vem, as unidades especializadas da PM vão trocar experiências com a Companhia Republicana de Segurança (CRS) da Polícia Nacional da França. Realizada na sede do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), a capacitação em parceria com a Polícia Nacional da França começou no último dia 16.

Polícia Militar recebeu treinamento da Companhia de Segurança da França
Polícia Militar recebeu treinamento da Companhia de Segurança da França

– ​Já tivemos a oportunidade de fazer intercâmbios com policiais da Espanha, França, Itália, Estados Unidos, Panamá, Colômbia, Argentina, Portugal, Israel, Alemanha, Inglaterra, entre outros países. As experiências adquiridas são avaliadas e aproveitadas para eventos seguintes – afirmou o coordenador especial de Assuntos Olímpicos, coronel Edson Duarte.​

As instruções práticas e teóricas sobre monitoramento e controle de multidões atenderam, desta vez, a uma turma formada por 50 PMs vindos de unidades estratégicas, como o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), o Regimento de Polícia Montada (RPMont), o Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos (BPGE), o Batalhão de Operações com Cães (BAC) e o próprio Batalhão de Choque. O primeiro intercâmbio entre a unidade e a CRS relativo a cursos de ordem pública, controle de distúrbios e segurança de grandes eventos aconteceu em 2009.

– Temos tido resultados positivos e a nossa parceria é contínua. Este é um curso de gestão democrática de multidão. Estamos trazendo técnicas para serem usadas nos Jogos Olímpicos. Nossa troca de experiências tem sido muito boa – afirmou o cabo-chefe da Companhia Republicana de Segurança, Antônio José Marçalo.

O curso permitirá que os policiais militares envolvidos se tornem multiplicadores dentro de suas unidades.

– Estamos absorvendo e adaptando as técnicas e táticas aprendidas. Queremos que o número de multiplicadores seja cada vez maior em nossa tropa. A expertise francesa está sendo de muita serventia – ressaltou o chefe da Seção de Instrução Especializada do BPChq e coordenador do curso com os franceses, capitão Gilberto Martins Ribeiro Filho.

Intercâmbios aperfeiçoam técnicas policiais

Os treinamentos, que contam com a expertise de representantes de diversos países e que continuarão no ano que vem, se somam a experiência já adquirida pelos agentes de Segurança Pública em eventos como a ​ Jornada Mundial da Juventude, a ​Copa das Confederações e a ​Copa do Mundo.

Para o comandante do BPChq, coronel André Silva de Mendonça, o intercâmbio com diversos países tem sido fundamental nos últimos anos.

– Em 2009, a CRS veio pela primeira vez colaborar com o Choque, mas o intercâmbio da PM com a polícia, não só da França, mas também da Espanha, já acontece desde 1999. Esta troca com equipes de outros países é muito saudável. Elas nos trazem diferentes visões, que ampliam o conhecimento – afirmou o coronel.

​Além da visita de representantes de outros países ao Brasil, o contrário também acontece. Somente em 2015​, policiais militares de unidades especializadas puderam analisar de perto o trabalho de agentes internacionais em eventos como a Maratona de Boston, os ​Jogos Europeus, no Azerbaijão; e o Mundial de Atletismo, na China.