Plenário do STF vai julgar habeas corpus para Arruda na quinta-feira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de fevereiro de 2010 as 13:15, por: cdb

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio de Mello já concluiu o seu relatório sobre o pedido de habeas corpus do governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (ex-DEM, sem partido – DF). Ele passou todo sábado debruçado sobre o processo.

Segundo o STF, Marco Aurélio decidiu encaminhar ao plenário da Corte o julgamento de mérito do pedido. O Supremo marcou, então, para quinta-feira a análise da ação. O relator já havia negado o pedido de liminar para soltura de Arruda, preso na Polícia Federal em Brasília desde o dia 11.

Arruda – suposto chefe de um esquema de corrupção entre empresas prestadoras de serviço ao Governo do Distrito Federal (GDF), secretários de Estado e deputados distritais da base do governo – está preso por tentar atrapalhar as investigações sobre os supostos crimes. A Polícia Federal gravou tentativa de suborno de uma testemunha no inquérito que investiga o esquema.

Na última sexta-feira, a Procuradoria-Geral da República deu parecer contrário ao pedido de habeas corpus. Para a vice-procuradora Deborah Duprat, que assina o parecer, a prisão é necessária para garantir a manutenção da ordem pública e o curso da investigação.

A PGR também apresentou nova denúncia contra Arruda, acusando-o de forjar pagamentos e recibos, e inserir informações falsas em documentos entregues à Justiça.