Plataforma P-34 volta à posição normal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 17 de outubro de 2002 as 23:53, por: cdb

Quatro dias após o acidente a bordo que o deixou com uma inclinação superior a 30 graus, o navio-plataforma P-34 voltou à posição normal, anunciou, nesta quinta-feira, a Petrobras, estatal brasileira do petróleo.

De acordo com a empresa, continua em andamento o embarque de pessoal, a fim de restabelecer a autonomia integral da plataforma e colocar em funcionamento os sistemas de segurança, de água, de ar condicionado e de guincho, entre outros.

A previsão é de que o trabalho seja concluído até o fim da tarde.

Paralelamente, tiveram início as investigações sobre as causas do acidente na plataforma, ocorrido no último domingo na Bacia de Campos, norte do estado do Rio de Janeiro. Os técnicos da Petrobras estão acompanhados de peritos da Marinha.

Os tanques do lado esquerdo da estrutura receberam seis milhões e meio de litros de água do mar, o que provocou a redução da inclinação para apenas cinco graus. Além disso, o sistema de iluminação da plataforma foi restabelecido.

A Petrobras informou que o acidente afetou somente dois por cento da produção nacional de petróleo, que chega a 1,5 milhão de barris por dia.

A P-34 estava ligada a 10 poços – oito no campo de Barracuda e dois em Caratinga – que deixaram de produzir 34 mil barris de petróleo e 195 mil metros cúbicos de gás natural.

As causas do acidente ainda são desconhecidas.