Plano de bonificação do Departamento de Trânsito irá otimizar serviços oferecidos ao público

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de janeiro de 2013 as 10:51, por: cdb
Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro está implementando um sistema de bonificação por desempenho
Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro está implementando um sistema de bonificação por desempenho

Para motivar seus cerca de 1,4 mil funcionários e melhorar o atendimento ao público, o Detran (Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro) está implementando um sistema de bonificação por desempenho. Os servidores poderão ganhar até quatro salários extras em um ano, se as metas do órgão forem alcançadas. O pagamento do primeiro prêmio, referente ao segundo semestre de 2012, já será feito em abril.

Cada ciclo de análise vai durar seis meses, com pagamentos nas folhas de março e setembro. Do prêmio total, 80% correspondem ao índice da Avaliação Institucional. Os outros 20% dependem do desempenho do funcionário, que será avaliado em 13 quesitos, com pontuação de 1 a 4.

A pontuação máxima é 52, e aquele que atingir menos de 36 não ganha percentual, apenas garante o índice geral de 80%. Temos quatro faixas que vão determinar se ele vai ganhar 5%, 10%, 15% ou 20% da parcela da bonificação. A meritocracia vai dar melhor condição de trabalho e uma prestação de serviço mais ágil ao cidadão – explicou o presidente do Detran, Fernando Avelino.

O número de salários a mais a serem concedidos depende do cumprimento das metas. Se o percentual ficar entre 90% e 105%, será concedido um pagamento extra. Se for entre 105% e 120%, corresponderá a 1,5 salário. Se ficar acima de 120%, dois salários extras servirão de base para o cálculo.
Neste mês, os servidores estão sendo avaliados. Depois que as notas forem publicadas no Diário Oficial, os  funcionários terão acesso às pontuações. O sistema está sendo estudado desde 2011. O órgão definiu 50 processos de atuação e priorizou dez com foco no atendimento ao cliente e margem operacional. No primeiro semestre de 2012, a meritocracia foi testada e ajustada, passando a valer para a primeira bonificação com os resultados obtidos entre julho e dezembro.

Sistema em outros órgãos

Na Secretaria de Segurança, o sistema de meritocracia foi criado em 2009 para diminuir os indicadores de criminalidade através da integração dos trabalhos das polícias Civil e Militar. O Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados concede bônus às unidades de segurança que mais reduziram os índices estratégicos de Letalidade Violenta, Roubo de Veículo e Roubo de Rua.

Em 2012, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) se tornou o primeiro órgão na área de infraestrutura a colocar em prática a gratificação por desempenho.As metas incluem todas as diretorias e áreas de atuação do instituto estadual, como licenciamento, fiscalização, monitoramento e preservação. As premiações variam entre R$ 4 mil e R$ 12 mil. A conclusão da primeira avaliação ocorreu em dezembro do ano passado. Em fevereiro, os funcionários receberão o prêmio.