Pintura de Monet volta a Londres pela primeira vez em 100 anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de setembro de 2004 as 22:31, por: cdb

Uma das mais famosas pinturas de Claude Monet, chamada “Londres, le Parlement, effet de soleil dans le brouillard”, foi exposta publicamente nesta quarta-feira na sede londrina da Christie’s, antes de viajar para Nova York, onde será leiloada em 3 de novembro pela mesma casa de leilões.

O valor estimado do quadro oscila entre doze e dezoito milhões de dólares, segundo a Christie’s.
Durante sua estada na capital britânica, no início do século XX, o grande impressionista francês captou o efeito da luz sobre as Casas do Parlamento de Londres desde o terraço do Hospital St. Thomas, da mesma forma que fez, desde seu quarto no hotel Savoy, com algumas das pontes sobre o rio Tâmisa.

“Londres, le Parlement, effet de soleil dans le brouillard” pertence à série de dezenove quadros a óleo que o impressionista francês pintou do Parlamento, e está entre os onze que foram exibidos na exposição “O Tâmisa em Paris”, que aconteceu em 1904 na capital britânica, e desde então não voltou mais ao Reino Unido.

Quase todas as obras dessa etapa londrina do artista foram adquiridas por diferentes colecionadores e, com exceção de cinco, que continuam em mãos privadas, estão hoje em diferentes museus, desde o d’Orsay, em Paris, até o Pushkin, de Moscou, ou o Art Institute, de Chicago.

A tela que será leiloada em Nova York foi adquirida pelo colecionador Durand-Ruel há um século, e ainda continua com a mesma família.