PF prende quadrilha suspeita de crimes financeiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 1 de junho de 2007 as 11:43, por: cdb

A Polícia Federal deflagrou uma operação nesta sexta-feira para prender envolvidos em crimes financeiros em seis Estados e no Distrito Federal. A quadrilha é suspeita de agir em 23 países, incluindo o Brasil, atuando na falsificação de títulos de crédito. Participam da operação 124 policiais federais, que cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo, Goiás, Paraná, Pará, Rio de Janeiro e Distrito Federal

A assessoria de imprensa da PF informou que 14 pessoas já foram presas. Entre os presos estão empresários, um funcionário do Senado e um advogado. A operação foi batizada de Bruxelas, pois a sede do esquema seria em uma empresa da capital da Bélgica.

A operação acontece no Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Pará, Goiás e Distrito Federal. Devem ser cumpridos 22 mandados de busca e apreensão. Um dos presos já teria sido levado à Superintendência da Polícia Federal em Brasília.

De acordo com a PF, o grupo atuava nos Estados Unidos, África do Sul, Equador, Dinamarca, Alemanha, Inglaterra, Eslovênia, Rússia, Peru, México, Holanda, Romênia, Espanha, Ucrânia, Coréia do Sul, Hong Kong, China, Canadá, Emirados Árabes, Áustria, Suíça e Argentina.

As investigações da PF tiveram início em junho de 2006, quando foi descoberta uma organização que vinha falsificando e negociando em pelo menos 20 países títulos de crédito em nome de instituições financeiras brasileiras com valores que chegavam a US$ 1 bilhão.

Os investigados podem responder pelos crimes de falsificação de títulos de crédito, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.