Petróleo rendeu ao Iraque 338 milhões de dólares em uma semana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de fevereiro de 2003 as 19:36, por: cdb

As exportações iraquianas de petróleo geraram 338 milhões de dólares na semana que terminou em 21 de fevereiro, disse hoje, terça-feira, o Escritório do Programa para o Iraque da ONU.

Segundo o organismo, que administra o programa humanitário para o Iraque, também conhecido como “Petróleo por alimentos”, as exportações iraquianas nessa semana foram de 11,9 milhões de barris, uma média de 1,7 milhão de barris diários.

O valor das exportações, com base em um preço média de 26,35 euros, ou 28,55 dólares o barril, foram de 312 milhões de euros (moeda com a qual o Iraque negocia desde 2000), equivalentes a 328 milhões de dólares.

Na atual fase XIII, que começou no último dia 5 de dezembro e termina em 3 de junho, a renda com o petróleo foi de 3,6 bilhões de dólares, com 120,5 milhões de barris vendidos.

O programa “Petróleo por Alimentos”, que começou a vigorar em dezembro de 1996, é uma exceção ao embargo comercial imposto ao Iraque desde a Guerra do Golfo, em 1991.

Este programa permite que Bagdá venda petróleo em troca de artigos de primeira necessidade, como alimentos, remédios, equipamentos médicos e peças de reposição para a indústria do petróleo.

Desde o início do programa, o Iraque exportou cerca de 3,4 bilhões de barris de petróleo, que renderam mais de 63 bilhões de dólares, embora apenas 72 por cento dessa quantia chegue aos iraquianos.

O resto é destinado para o pagamento de indenizações pela Guerra do Golfo e para cobrir o custo do programa humanitário da ONU.