Petrobrás nega aumento da gasolina e diesel

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 16 de setembro de 2004 as 15:15, por: cdb

O diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, descartou a possibilidade de que haja aumentos da gasolina e do óleo diesel enquanto durar a volatilidade (oscilação) do preço do barril de petróleo no mercado internacional.

Ao falar após apresentação aos jornalistas do Centro de Excelência em Estudo e Análise Dinâmica do Abastecimento (CEAD), Roberto Costa foi enfático ao garantir que, enquanto o mercado externo continuar oscilando, não haverá novidades na questão dos preços dos dois combustíveis.

– A volatilidade continua e enquanto ela continua não tem novidade. É sem aumento de preço – disse.

O diretor afirmou que a decisão de não reajustar o preço da gasolina e do diesel não tem nada a ver com a proximidade das eleições e muito menos com a alta da inflação ou dos juros.

– Não há nenhuma relação. Essa é uma decisão que compete à diretoria da companhia. A hora que nós tivermos a certeza de que essa volatilidade vai parar a gente vai tomar uma decisão – disse ele.

Paulo Roberto Costa garantiu que a decisão sobre possíveis aumentos é da própria direção da Petrobras e que, portanto, não haverá consulta prévia ao Ministério de Minas e Energia.