Petrobras e BNDES investem em gasoduto na Argentina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 18 de setembro de 2004 as 13:25, por: cdb

Os presidentes da Petrobras, José Eduardo Dutra, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, e da Petrobras Energia, Alberto Guimarães, se reuniram em Buenos Aires com o ministro da Economia da Argentina, Roberto Lavagna, para acertar investimentos na Transportadora del Sur (TGS), o gasoduto argentino que tem como um dos sócios a Petrobras Energia.

A Petrobras espera que o acordo seja finalizado em 10 dias, quando algumas questões técnicas relativas ao financiamento do BNDES estarão equacionadas, como as garantias do governo argentino para os financiamentos. A Assessoria de Imprensa da Petrobras informou que, após o encontro, que durou uma hora, o presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra, disse que a empresa já fez reservas de turbinas e cabos para a TGS.

Além da Petrobras vários agentes participariam dos investimentos, que numa primeira fase, somariam US$ 142 milhões, parte financiada pelo BNDES. Dutra disse que a Petrobras tem interesse em investir na TGS, porque considera que é uma área estratégica.

Ele garantiu que a Petrobras e o BNDES estão firmemente empenhados na viabilização do projeto, porque a companhia entende que investimentos na Argentina são estratégicos.
Em recente viagem ao Brasil, o ministro argentino tinha pedido ao governo brasileiro que investisse no gasoduto.