Petrobras diz que vazamento foi de pequena proporção no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de agosto de 2003 as 17:30, por: cdb

A Petrobras conseguiu controlar imediatamente o “pequeno vazamento” ocorrido no oleoduto Osduc-1, localizado em uma área agrícola desabitada da região de Papucaia, em Cachoeiras de Macacu, no interior do estado.

Segundo informou o gerente geral de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Transpetro, Aloísio Telles, não chegou a haver um vazamento propriamente dito, mas o “afloramento” de um pouco de óleo, em uma pequena faixa de terra “de uma zona rural inabitada”. Segundo Telles, o óleo já foi retirado do local pela equipe do Plano de Contingência da Petrobras.

O “afloramento” ocorreu no final da manhã da última terça-feira. Além de acionar de imediato a equipe de Contingência, a Transpetro informou o ocorrido à Agência Nacional do Petróleo (ANP), à Prefeitura de Cachoeiras de Macacu e à Fundação Estadual de Engenharia e Meio Ambiente (Feema).

Telles também informou que, tão logo foi detectado o incidente, a subsidiária da Petrobras determinou a imediata suspensão das operações de bombeamento de óleo de Cabiúnas, em Macaé, no Norte do estado, para a Refinaria Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Ele garantiu que já foi colocada uma braçadeira no “pequeno furo” surgido no oleoduto, que deverá voltar a operar, provavelmente, já nesta sexta-feira. Ele também afastou qualquer risco de desabastecimento em razão “da proporção mínima do incidente”.