Petista critica alta dos juros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de outubro de 2002 as 14:07, por: cdb

Candidato do PT à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva criticou a decisão do governo federal de aumentar a taxa Selic de 18% para 21%. “Tenho dito em todos os lugares que nenhum país do mundo vai para frente se os juros oferecidos pelo governo forem maiores que as taxas lucros ganhos por uma empresa produzindo”, que está hoje em Natal para manifestar apoio à candidata do PSB ao governo a ex-prefeita Vilma de Faria.

“Os juros não podem ser atração e a motivação de investimentos. O que deve ser atração é a produção, porque somente através dela geraremos riqueza e emprego para o povo.” Para Lula, o que a equipe econômica enxerga como única saída é o aumento da taxa de juros. “Essa decisão tem um caráter muito recessivo para conter a inflação”.

Para o candidato, não procede argumentação do governo de que o aumento da taxa de juros era para conter a subida da inflação a dois dígitos. Ele disse o que está causando a inflação não é o crescimento do consumo, mas os chamados preços controlados, que são vinculados ao dólar, como os preços da gasolina, o gás e da energia elétrica.