Pesquisas indicam empate na eleição para prefeitura de Buenos Aires

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 7 de setembro de 2003 as 21:14, por: cdb

Sete dias antes do segundo turno das eleições que irão definir o próximo chefe de Governo da cidade de Buenos Aires, as pesquisas divulgadas neste domingo prometem um empate técnico entre os candidatos Aníbal Ibarra e Mauricio Macri.

De acordo com a consultora OPSM, que entrevistou 800 pessoas, Ibarra, o atual prefeito, obteria 43,6% dos votos, contra 40,5% do empresário futebolístico Mauricio Macri, sendo que 5,6% dos entrevistados ainda não decidiu em quem votará.

Segundo a Research International-Analogias, que consultou 600 pessoas, Ibarra também será o ganhador (43,2%) frente ao presidente do clube de futebol Boca Juniors (40%), o mais popular da Argentina, mas destaca que os indecisos chegam a 9,8%.

Estas pesquisas, publicadas pelo jornal Clarín, coincidem com a apresentada por D’Alessio Irol (44% para Ibarra e 41%), com a diferença que esta pesquisadora registrou 15% de indecisos e votos em branco. Já a consultora Rouvier difere das três pesquisas anteriores e sustenta que a intenção de voto favorece Macri, com 38,5%, contra os 36,1% de Ibarra, enquanto 13,5% ainda não sabe em quem votará.

No dia 24 de agosto Mauricio Macri ganhou as eleições com 36,44% dos votos, contra os 32,50% obtidos pelo atual prefeito, quem recebe o apoio do presidente Néstor Kirchner.

O Governo da capital argentina é considerado um dos trampolins quase que obrigatórios para se chegar à presidência do país, assim como o governo da província de Buenos Aires.