Peritos ainda não solicitaram amostra de sangue de Michelle Staheli

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de dezembro de 2003 as 12:32, por: cdb

 O diretor-médico do Hospital Copa D´Or, João Pantoja, disse na manhã desta quinta-feira que a polícia ainda não solicitou amostras do sangue da paciente Michelle Staheli. Mulher do executivo da Shell Zera Todd Staheli, assassinado na madrugada de domingo, ela morreu de parada cardíaca provocada por um edema cerebral.

Segundo Pantoja, o hospital dispõe de amostra congelada de soro do sangue de Michelle que poderá ser utilizada assim que os peritos quiserem. Sobre os procedimentos feitos em Michelle, o médico explicou que chegou a ser retirada metade da calota craniana, do lado esquerdo, para que o cérebro pudesse se expandir. Mesmo assim, o edema era tão grande, que a paciente não resistiu.

O corpo de Michelle deve seguir para o Instituto Médico Legal no início da tarde, para ser periciado. O casal foi atingido na cabeça por um objeto ainda não encontrado pela polícia.