Pequim é acusada de criar ‘Polícia da Internet’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de dezembro de 2003 as 00:42, por: cdb

O dissidente chinês Xu Wenli, exilado nos Estados Unidos, disse na última terça-feira que Pequim criou uma ‘Polícia da Internet’ para capturar os ‘ciber-dissidentes’.

– Antes prendiam pessoas que davam entrevistas a jornais estrangeiros. Agora prendem porque utilizam a Internet – afirmou Xu, denunciando a formação de especialistas na perseguição de dissidentes na rede.

A jovem internauta chinesa dissidente Liu Di, também conhecida como ‘o mouse de aço inoxidável’, passou um ano na prisão por assinar textos que pediam democracia na China.

O caso de Liu, que foi libertada na última sexta-feira, ilustra a repressão à ciber-dissidência chinesa, que já levou vários opositores à prisão.

Em meados de novembro, quatro dissidentes foram condenados a penas de oito a dez anos de prisão por publicarem uma série de artigos defendendo a instauração de um sistema democrático na China.