Pensamento progressista: Clacso realiza Congresso no México

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de novembro de 2012 as 07:18, por: cdb

Intelectuais ligados às mais renomadas universidades e centros de pesquisa da América Latina estarão reunidos na Cidade do México, a partir desta terça-feira (6), para a conferência do Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (Clacso), um dos maiores pólos do pensamento progressista no continente.

O encontro acontece até a próxima sexta-feira (9) em diversas espaços da capital mexicana, como a Universidade Nacional Autônoma, e conta com o apoio da Unesco, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Sediada em Buenos Aires, a Clacso tem como secretário-executivo o cientista social brasileiro Emir Sader, que finaliza seu mandato eletivo de três anos. Ao mesmo tempo da conferência, também será realizada uma assembléia para definir o novo comando do conselho.

Sader, ao receber jornalistas para uma conversa no hotel onde acontece a assembléia, defendeu a importância das ciências sociais para a reconfiguração política das nações latino-americanas, onde o “Estado permanece como arena de disputa entre o mercado e a esfera pública”.

Em referência ao contexto mexicano, extremamente marcado pelos acordos comerciais do Nafta com os Estados Unidos, Sader ressaltou que parte da pobreza latino-americana tem origem na dependência comercial com o mercado norte-americano. Um caminho a seguir seria fortalecer as relações com outros parceiros, na Ásia, em especial com a China, e entre os próprios países latino-americanos.

Apesar de um congresso acadêmico, o da Clacso se diferencia dos demais justamente por ambicionar a produção de idéias capazes de se transformarem em políticas públicas inovadoras no continente. E a escolha do México não é em vão.

“O México foi receptor de pesquisadores de outros países, que vieram se formar aqui. O país cumpriu e cumpre um papel muito grande no desenvolvimento do pensamento social. Suas instituições públicas acadêmicas representam o que há de mais inovador no pensamento social da América Latina”, diz o argentino Pablo Gentili, secretário-executivo adjunto da Clacso e que postula o cargo de secretário-executivo para o período 2013-2015.

Com dezenas de debates e seminários, o congresso da Clacso tratará de temas diversos como construção do Estado, participação cidadã, jovens, mudanças climáticas, segurança pública, o papel da smulheres e, em especial, a questão da pobreza e da desigualdade social na América Latina.

Mais informações estão disponíveis em: http://www.clacso.org.ar/conferencia2012

Fonte: Carta Maior

 

..