Pelotas imprime Lei Maria da Penha em braille

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 11:58, por: cdb

         A Prefeitura Municipal de Pelotas, por intermédio das Secretarias de Cidadania e Assistência Social (SMCAS) e Igualdade Social (SIS) realizou nesta semana a entrega de folhas especiais, para a confecção de 300 cartilhas da Lei Maria da Penha em braille à Escola Louis Braille, responsável por organizar o material.
         A ação faz parte do projeto do Fórum de Discussão Permanente da Violência Doméstica e Familiar que compreende, ainda, a produção de 300 CDs de áudio, com a Lei Maria da Penha, e tem a parceria da Escola Louis Braille, Delegacia da Mulher, Brigada Militar e Rádio Universidade Católica de Pelotas.
         A Secretária de Cidadania e Assistência Social (SMCas), Berenice Nunes, acompanhada pelo superintendente Técnico da SMCas, Jorge Alves, superintendente de Projetos Especiais da SIS, Daniel Nobre e a gerente de Projetos Especiais, Maria José Garcia, foram recebidos pelo diretor pedagógico e professor de sistema braille, Ingomar Venzke, presidente da Associação da Escola Louis Braille, Dilmar Cunha Rodrigues e pela vice-diretora e professora de informática adaptada, Milene Viana.
         De acordo com o diretor pedagógico, para a Escola Louis Braille é um orgulho participar da ação, que certamente beneficiará muitas pessoas, entre elas mulheres com deficiência visual, que vão ter acesso às informações referentes à Lei Maria da Penha.
         A Secretaria de Cidadania destaca a importância da intersetorialidade, ou seja, a integração dos serviços do Executivo, outros órgãos públicos e instituições, com a finalidade de articular políticas, programas e ações voltadas à comunidade.

Data: 05/04/2012
Hora: 13:54
Redator: Ascom –
Fotógrafo: Divulgação –