Pelé recebe a Taça do Mundo no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de fevereiro de 2010 as 15:33, por: cdb

Pelé foi a maior atração do evento que, neste sábado, marcou a chegada ao Rio da Taça da Copa do Mundo que será entregue à seleção que vencer a Copa do Mundo 2010 marcada para a África do Sul.

Incontestável Rei do Futebol, Pelé disputou quatro Copas do Mundo e foi campeão em três – 1958/62/70 – e ergueu o troféu acima das cabeça no Forte Copacabana neste sábado, repetindo o gesto imortalizado pelos ex-capitães Bellini, Mauro, Carlos Alberto Torres, Dunga e Cafu.

O Rei do Futebol pediu que Lúcio o repita na África do Sul.

– Há emoções na vida que não têm explicação. Essa é uma dessas. Só em pegar a taça, o jogador se emociona. Eu espero que, na Copa, nosso capitão repita esse gesto –, disse Pelé.

Por quatro dias, a partir deste sábado, o país que ostenta o maior número de títulos de campeão mundial de futebol hospedará o premio máximo do esporte.

O Tour da Taça da Copa do Mundo da FIFA desembarcou no Brasil para a primeira parada sul-americana da turnê global do troféu, que passará ao todo por 83 países. Grande atração de um evento que mergulha no universo da Copa do Mundo, a taça poderá ser vista pelos cariocas no Forte de Copacabana nestes sábado (convidados) e domingo (aberto ao público, com ingressos antecipados.

O troféu segue para São Paulo na segunda-feira, e fica exposta ao público na terça-feira, no Memorial da América Latina. Embora seja o protagonista da turnê mundial que tem arrastado multidões por onde passa, o autêntico troféu de ouro maciço 18 quilates terá outro ícone à sua altura na abertura do evento no Rio de Janeiro.

O objeto que melhor representa o futebol foi oficialmente entregue à cidade e ao país diante daquele que é a mais pura personificação do esporte: o Rei do Futebol, Pelé. Comemorando 70 anos em 2010, Pelé lançou durante o evento o livro Pelé 70, fotobiografia que conta com imagens raras do Atleta do Século, idealizada por José Luiz Tahan e Pedro Saad e editada pela Realejo e pela Editora Brasileira.

Além de imagens raras do Rei, Pelé 70 traz textos de sete autores sobre o maior jogador de futebol de todos os tempos. Depoimentos de José Macia “Pepe”, companheiro de Pelé no Santos, dos jornalistas Roberto Muylaert, Michel Laurence, José Roberto Torero e Xico Sá, do ministro do Esporte, Orlando Silva, e do Representante Geral da UNESCO no Brasil, Vincent Defourny, dividem espaço com fotos históricas, porém pouco conhecidas pelo público. Algumas dessas imagens estamparão também uma parede toda dedicada a Pelé na sala de exposição do Tour.