Paulinho da Viola recebe o título de Cidadão Paulistano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de novembro de 2003 as 11:07, por: cdb

 O cantor e compositor Paulinho da Viola foi homenageado, nesta quarta-feira em São Paulo, com o título de Cidadão Paulistano, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo, dentro das comemorações da Semana da Consciência Negra.

-Tenho carinho pela cidade, por tudo que ela já me ofereceu- disse Paulinho, lembrando dos grandes amigos que tem na cidade, como o compositor Eduardo Gudin.

Segundo Paulinho da Viola, sua projeção como artista se deve, em grande parte, à capital paulista.

-As portas para a minha geração estavam aqui, através dos Festivais. Tudo se concentrava aqui, no período em que eu estava começando a carreira-  recordou.

A homenagem foi proposta pelo vereador Beto Custódio (PT), a partir de sugestão do Movimento Negro Unificado (MNU). Paulinho destacou que o Brasil vive um momento em que as questões relativas ao negro estão na pauta do dia e devem continuar sendo debatidas com a mesma intensidade daqui para frente.

– Eu vejo com uma grande importância a permanência do questionamento de tudo isso que nós estamos vivendo hoje no país. Eu acho que esse movimento de consciência negra, que tem como referência básica essa data, é importante não só para o povo negro, mas para todo o país- disse Paulinho.

O coordenador do Movimento Negro Unificado, Milton Barbosa, por sua vez, alertou que há uma dívida muito grande com o negro no Brasil. “É importante se discutir, no dia 20 de novembro, a necessidade de reparar o que foi feito com o negro: o seqüestro na África, a escravidão, a exploração e os genocídios que foram feitos. O negro precisa ser reparado porque se ele está em atraso social, econômico, cultural e político é em função desse massacre”, afirmou.

A solenidade contou com a presença de representantes de movimentos sociais, autoridades, políticos, além dos grupos Tias Baianas de São Paulo, Embaixada do Samba Paulistano e Raízes.