Paul inverte a ordem e sucessos dos Beatles agora são de McCartney/Lennon

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 6 de dezembro de 2002 as 15:27, por: cdb

Apesar de extinta e de dois de seus integrantes terem morrido, uma nova briga entre Paul McCartney e Yoko Ono, na Justiça norte-americana marca mais um capítulo na história de uma das bandas de rock’n’roll mais famosas da história. O lançamento de Back in the U.S., o disco ao vivo do músico, que chega ao mercado em breve, será marcado por uma novidade. O ex-Beatle sobrevivente resolveu creditar 19 faixas dos Beatles com o polêmico “McCartney/Lennon”, invertendo a ordem celebrizada nos tempos da banda. Yoko alega que o contrário (“Lennon/McCartney”) é o que foi combinado, há cerca de 40 anos. Os problemas de McCartney com os créditos esquentaram logo depois da morte de Lennon, no início dos anos 80. “As pessoas passaram a dizer que John era a única coisa importante nos Beatles e eu era apenas o cara que cantava Yesterday”, disse ele em uma entrevista à revista Rolling Stone.

Na época do lançamento do livro Anthology, ele voltou a insistir no assunto, alegando que Lennon havia concordado que alguns dos créditos poderiam ser mudados. Nos discos dos Beatles, todos os herdeiros precisam concordar com alterações de créditos, mas, nos lançamentos-solo, McCartney tem o controle. Em 1976, ele já havia tomado a liberdade em relação a cinco músicas dos Beatles em um disco ao vivo dos Wings. “Ele está sendo completamente irresponsável”, disse o advogado de Yoko à Rolling Stone.