Patriota e Hillary discutem interesses comuns de Brasil e EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de outubro de 2012 as 07:16, por: cdb

Patriota e Hillary discutem interesses comuns de Brasil e EUA

No encontro, que ocorreu em Washington, também foram discutidos temas globais

Por: Agência Brasil

Publicado em 25/10/2012, 09:07

Última atualização às 09:07

Tweet

Brasília – O encontro entre a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, e o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, ocorrido ontem (24) em Washington, serviu para fortalecer o diálogo entre os países e intensificar a discussão direta sobre vários temas globais como do Oriente Médio e da Ásia.

A reunião faz parte da quarta edição do Diálogo de Parceria Global (DPG) Brasil-Estados Unidos. Em comunicado conjunto, os países destacaram que atuam conjuntamente para “promover cooperação e diálogo em um amplo escopo de temas bilaterais, regionais e multilaterais (…) incluindo consultas sobre o Oriente Médio e a Ásia que complementam os diálogos sobre a África, América Latina e o Caribe”.

Hillary e Patriota também discutiram a implementação do memorando de entendimento sobre a parceria no setor de aviação. No primeiro encontro sobre o assunto, ocorrido no dia 10 de outubro, participantes dos setores público e privado identificaram 13 projetos a serem executados no próximo ano.

Entre os destaques estão: oficinas de trabalho sobre qualidade de serviços aeroportuário e práticas de segurança durante obras; treinamento especializado para inspetores de segurança de aviação e controladores de tráfego aéreo; capacitação; apoio à criação de estágios em áreas como engenharia aeronáutica; fortalecimento das cadeias produtivas; e certificação de peças e componentes de aviões.

Os dois governos também concordaram em avançar nas discussões sobre a isenção do visto para brasileiros. “Os participantes notaram o aumento contínuo de viagens entre os nossos dois países e saudaram o progresso significativo do Departamento de Estado em reduzir os tempos de espera para agendamento de entrevistas para a obtenção de vistos estadunidenses no Brasil (…) e acordaram seguir fortalecendo o diálogo bilateral nessa área”, diz o comunicado.

A proteção a mulheres também foi tema da conversa Brasil-EUA. Ambos concordaram “que empoderar e proteger mulheres e meninas requer ação forte e coordenada da comunidade internacional”, diz ainda o documento. A nota cita o exemplo da colaboração dos dois países com o Haiti, em esforços para combater a violência contra o gênero.

Os dois governos visam a manter consultas regulares sobre o amplo leque de temas bilaterais, regionais e globais. O próximo encontro do Diálogo de Parceria Global Brasil-EUA deverá ocorrer no próximo ano, em Brasília.