Patrícia vai ao ar para ajudar Ciro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 30 de agosto de 2002 as 13:28, por: cdb

O caso mais polêmico foi a exibição de uma entrevista de Ciro a uma rádio da Bahia, na qual o candidato chamou um ouvinte, que lhe fazia uma pergunta, de “burro”. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) obrigou Serra a parar de exibir o trecho em seu programa.

Leia a íntegra da declaração de Patrícia declarando seu amor a Ciro Gomes:

“Você alguma vez já disse que está morto de cansado? Ou que tomou um chá de cadeira? Com certeza você não está morto, nem moeu uma cadeira para fazer um chá. Pois é, o Ciro é como eu e como você. Fala o que pensa e às vezes usa uma força de expressão. É tão parecido com a gente que é diferente dos outros políticos.

Eu não sou da política, mas sempre me preocupei com os problemas que acontecem com as pessoas no nosso país. E acompanhando a história do Ciro e conhecendo o Ciro, eu me apaixonei por ele. Porque o Ciro é assim, diferente de tudo o que está aí. E isso incomoda muito a quem está no poder há muito tempo e quer continuar lá.

Por isso que estão tentando convencer você de que o Ciro não diz a verdade ou é pavio curto.

Eu vivo com ele e posso dizer: o Ciro é honesto, o Ciro é amigo, é competente, é uma pessoa solidária. Eu sou brasileira como você. Trabalhadora como todas as pessoas honestas deste país. E mulher do Ciro Gomes.

E por isso, como já disse para vocês, eles não querem que você conheça o verdadeiro Ciro, porque quanto mais você conhece o verdadeiro Ciro, mais você gosta dele”, diz Patrícia Pillar.

Em seu site na Internet (www.ciro23.com.br), Ciro Gomes partiu para o ataque a Serra, mostrando uma imagem em que o fotógrafo Márcio Fernandes, do jornal “O Estado de S. Paulo”, teria sido agredido e algemado na última terça-feira por seguranças da campanha de José Serra durante um comício em São Paulo.

Ciro chama a atenção dos eleitores sobre o fato da coincidência de ter sido o fotógrafo Márcio Fernandes quem registrou a queda de uma bicicleta da vice de Serra, Rita Camata, durante passeio ciclístico no domingo anterior, que foi parar nas páginas dos principais jornais brasileiros.