Passagens aéreas ficam mais caras hoje

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de agosto de 2001 as 11:11, por: cdb

O Sindicato Nacional das Empresas Aéreas queria um reajuste maior, de 22%.

A categoria alegava que a desvalorização do real em relação ao dólar é o fator que mais contribuiu para o aumento dos custos das empresas. Cerca de 60% dos gastos estão atrelados ao câmbio.

Por enquanto, o governo autorizou o aumento das passagens apenas em 11 aeroportos de oito cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Brasília, Belo Horizonte e Campinas.

Mas um aumento geral é esperado para hoje.