Partido do grupo separatista ETA é incluído em lista de terroristas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 16:36, por: cdb

O governo dos Estados Unidos incluiu o partido Batasuna, o braço político do grupo separatista basco ETA, na sua lista de grupos considerados “terroristas”.

A decisão torna o Batasuna sujeito a sanções do governo americano. A inclusão se deu por pressão do primeiro-ministro da Espanha, José Maria Aznar – que está em Washington para se reunir com o presidente americano, George W. Bush.

Aznar foi um forte aliado dos Estados Unidos durante a Guerra no Iraque. Antes do conflito, o governo espanhol defendeu medidas americanas com o objetivo de obter o apoio do Conselho de Segurança da ONU a uma ação militar contra o país do Oriente Médio.

O partido Batasuna já havia sido colocado na clandestinidade pelo governo da Espanha. Segundo o governo, o Batasuna é “uma rede terrorista” do ETA – acusação negada veementemente pelo partido.

Franco

A proibição do Batasuna, que foi endossada pela Suprema Corte espanhola em março deste ano, foi o primeiro veto à existência de um partido desde a morte do general Francisco Franco, que instaurou uma ditadura de décadas na Espanha (clique aqui para ler um perfil do país).

O Secretário de Estado americano, Colin Powell, assinou a lista no dia 30 de abril. A relação inclui, além do Batasuna, outros dois grupos nacionalistas bascos – o Euskal Herritarrok e o Herri Batasuna.

Powell concordou com os argumentos apresentados pela Espanha de que as três organizações agem como uma fachada para o ETA, que já integra a relação de “organizações terroristas internacionais” do Departamento de Estado.

O secretário assinou o documento um dia antes de visitar a capital espanhola, Madri. O anúncio foi adiado, no entanto, seguindo a prática habitual de impedir que as organizações banidas possam burlar sanções financeiras e colocar seus bens longe do alcance das autoridades americanas.

11 de setembro

O decreto que prevê punições às supostas organizações terroristas foi assinado pelo presidente Bush pouco após os atentados de 11 de setembro.

De acordo com o documento, devem ser impedidas quaisquer transações financeiras, inclusive doações, a grupos que constem na lista.

Membros das organizações que constam da relação também estão sujeitos a terem seu visto de entrada nos Estados Unidos negado.

O ETA, cuja sigla significa Euskadi Ta Azkatasuna (Pátria Basca e Liberdade), surgiu nos anos 60 como um movimento de resistência estudantil ao regime militar repressivo de Franco.

A partir das décadas seguintes, a organização armada passou a empreender sua campanha pela independência de sete regiões bascas no norte da Espanha e no sudoeste da França.