Partida de críquete termina em tragédia na Índia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 3 de novembro de 2003 as 10:33, por: cdb

Quatro pessoas morreram e 40 ficaram feridas em confrontos entre hindus e muçulmanos iniciados numa partida de críquete entre crianças no estado de Gujarat, no noroeste da Índia. Os distúrbios começaram quando um grupo de crianças muçulmanas de Viramgam, povoado situado a cerca de 65 quilômetros de Ahmedabad, a capital de Gujarat, jogava críquete e a bola entrou em um templo hindu e atingiu uma das imagens que havia no recinto.

Quando as crianças entraram no templo para recuperar a bola, vários hindus bateram nelas, o que provocou a reação da população muçulmana e desencadeou uma onda de distúrbios na região. Em seguida, ocorreu um tiroteio em que morreram quatro pessoas, todas elas muçulmanas e pelo menos duas da mesma família, o que originou incidentes entre grupos das duas comunidades. A polícia os dispersou com a ajuda de bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha, e decretou toque de recolher.

A polícia deteve 25 pessoas das duas comunidades, entre elas um homem hindu que se encontrava no templo quando começaram os incidentes e que, depois de bater nas crianças, foi para casa, pegou uma escopeta e fez vários disparos contra grupos de muçulmanos. Este foi o incidente mais grave ocorrido nos últimos meses em Gujarat, onde, depois do incêndio de um trem atribuído a um grupo islâmico em fevereiro de 2002 na cidade de Godhra, no qual morreram 59 fundamentalistas hindus, a violência se estendeu matando cerca de duas mil pessoas, a maioria muçulmana.