Parreira espera jogo difícil contra a Venezuela

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de setembro de 2004 as 09:28, por: cdb

O técnico da seleção brasileira de futebol, Carlos Alberto Parreira, elogiou os avanços demonstrados pela Venezuela, próximo adversário do Brasil nas eliminatórias para a Copa do Mundo, e disse que o adversário já não pode mais ser considerado ‘galinha morta’.

A partida será no dia 9 de outubro em Maracaibo, onde o Brasil ganhou por 6 x 0 há quatro anos. A seleção jamais perdeu para Venezuela em jogos oficiais. Mas Parreira advertiu nesta terça-feira que a Venezuela, que ganhou três dos oito jogos que disputou em 2004 pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, é agora um time muito melhor.

– Sem querer causar pânico, a Venezuela melhorou muito, não é mais aquela galinha morta – disse ele ao site oficial da Confederação Brasileira de Futebol.

– Não tem mais aquela Venezuela do passado que você entrava em campo e ganhava de 6 ou 7 com a maior facilidade. Eles mudaram, estão muito mais seguros. Já ganharam três jogos na competição, tiveram apresentações boas e temos que jogar com seriedade – disse Parreira, que convoca os jogadores para essa partida na próxima quinta-feira.

O Brasil ganhou da Bolívia por 3 x 1 no último jogo e lidera as eliminatórias na América do Sul com 16 pontos em oito jogos. A Venezuela está em sexto com 10 pontos e ainda tem uma boa chance de se classificar para sua primeira Copa. Os quatro primeiros colocados se classificam para o Mundial da Alemanha e o quinto disputará uma vaga com o campeão da Oceania.