Paraty e Rio Claro assinam acordos com a Eletronuclear

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010 as 13:21, por: cdb

A Eletronuclear e as prefeituras de Rio Claro e Paraty, municípios localizados no Sul Fluminense, assinam, nas próximas quinta (18) e sexta-feira (19), respectivamente, um termo de compromisso relativo às compensações socioambientais da usina nuclear de Angra 3, em atendimento às condicionantes estabelecidas pelo processo de licenciamento ambiental. Serão R$ 46 milhões destinados à Paraty e R$ 22 milhões à Rio Claro.

Além de Angra dos Reis, os dois municípios também estão na área de influência da empresa. Por meio de convênios, a estatal destinará recursos a serem aplicados em projetos selecionados pelas prefeituras nas áreas de educação, saúde, defesa civil, ação social, saneamento, cultura e meio ambiente, entre outras.

Concebida inicialmente ainda na década de 70, a construção de Angra 3 foi suspensa dez anos depois por falta de recursos públicos e dúvidas sobre os riscos. A contrução da usina, no entanto, ganhou novo fôlego quando o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, anunciou a retomada de seu desenvolvimento. Angra 3 poderá gerar 1.405 megawatts (MW) por ano a partir de 2015.