Paraguai tem problemas com algumas urnas eletrônicas brasileiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 27 de abril de 2003 as 12:00, por: cdb

As autoridades eleitorais paraguaias substituíram algumas urnas eletrônicas devido a falhas dos sistemas informáticos nas primeiras horas das eleições gerais realizadas neste domingo no país.

As autoridades eleitorais não informaram sobre o número de urnas eletrônicas que tiveram de ser retiradas. Nestas eleições, 46% dos 2,4 milhões de eleitores podem votar nessas urnas especiais cedidas pelo Brasil.

Algumas não chegaram a operar por causa de problemas na ativação da contra-senha ou não responderam às operações, informaram representantes dos partidos políticos, que explicaram que os problemas foram registrados em alguns colégios de Assunção e de Caacupé.

– Há urnas de contingência e estão sendo feitas substituições, de acordo com a informação que tenho. As incidências são menores -, afirmou o presidente do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE), Alberto Ramírez Zambonini, minimizando o fato.

As urnas foram cedidas pelas autoridades do Brasil dentro de um convênio de cooperação para a informatização dos processos eleitorais promovido pela Organização dos Estados Americanos (OEA).