Para presidente do STF, tributária tem que garantir mais empregos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de novembro de 2003 as 16:11, por: cdb

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Maurício Corrêa, disse nesta sexta-feira esperar que a Reforma Tributária seja consolidada sem submeter os empresários a uma carga tributária tão “alta e exagerada” como é atualmente.

– O peso da carga tributária no Brasil é muito grande e exagerada com relação a outras democracias mais organizadas. Espero que haja uma apelação que não seja de tanto sacrifício para um segmento econômico da sociedade brasileira que é responsável pela geração de empregos – afirmou Corrêa em reunião na Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Na avaliação dele, é necessário que o empresariado seja fortalecido, o que refletiria nos empregados, que teriam maior estabilidade no trabalho.

Segundo o ministro, as reformas tributárias realizadas no Brasil sempre aumentaram a carga tributária, gerando sofrimento para o contribuinte. – Eu me refiro especificamente ao contribuinte agente da economia, não aquele que ao final vai comprar o produto, mas aquele que fabrica e comercializa – explicou Corrêa.