Para João Paulo, divergências no PT são resolvidas com diálogo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 13:33, por: cdb

O presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha, disse durante seminário que discute o papel das agências reguladoras, que espera que o cardápio político do almoço entre o presidente Lula e os parlamentares da bancada do PT seja bom e que haja tranquilidade.

Segundo ele, não interessa para o Brasil criar um clima de tensão, lembrando que as reformas da Previdência e Tributária são para o bem do país. Quando questionado sobre o “fogo amigo”, João Paulo Cunha esclareceu que esse fogo é combatido com muita conversa e diálogo, indagando que “se alguém estiver pensado em guerra é melhor não ir ao encontro”.

Sobre a entrega das propostas da reforma, João Paulo explicou que ela será feita em um ato solene com a presença do presidente da República e de governadores, e que não será uma sessão especial.
“Eu e o presidente do Senado, José Sarney, vamos receber os parlamentares e ir com eles até o plenário da Câmara” ressaltou.

Com relação às agências reguladoras, João Paulo Cunha, salientou que a sociedade brasileira e o governo estão concessuados de que é necessária a mudança do papel das agências reguladoras, acrescentando que o Brasil vive um novo momento e que, portanto, as agências têm que se adaptar.