Para Arafat, plano de Sharon não é sério

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de novembro de 2003 as 02:07, por: cdb

O presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, disse que os sinais de Israel de movimentos unilaterais em caso de fracasso de um plano de paz mostraram que o primeiro-ministro Ariel Sharon não tratava seriamente o mapa da paz proposto pelos Estados Unidos.

A mídia de Israel divulgou um plano de Sharon de retirar alguns assentamentos judeus e então desenhar as fronteiras de um estado palestino ao longo das linhas de um controverso muro que está sendo construído na Cisjordânia, caso o plano de paz fracasse.

– Isto significa que eles não querem fazer a paz – disse Arafat na noite desta segunda-feira na sede de seu abrigo em Ramallah.
 
Sharon, que considera Arafat um obstáculo à paz, deve encontrar o primeiro-ministro palestino Ahmed Qurie na próxima semana.