Para a Coréia do Sul ameaça de Pyongyang é uma estratégia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 1 de setembro de 2003 as 01:14, por: cdb

A ameaça da Coréia do Norte de incentivar seu programa nuclear depois das negociações multilaterais em Pequim é provavelmente uma tática, disse nesta segunda-feira a Coréia do Sul.

– É a primeira resposta deles. Há uma grande chance de ser um movimento estratégico – disse Ban Ki-moon, conselheiro de política exterior do presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun.

Pyongyang afirmou no último sábado que a posição adotada pelos Estados Unidos na reunião da última semana significava que não haveria como continuar as negociações e que o estado comunista não tinha outra escolha a não ser intensificar seu programa nuclear.

A ameaça aconteceu dois dias depois das negociações multilaterais entre as duas Coréias, Rússia, Japão, China e Estados Unidos não terem chegado a um acordo.