Papa concede perdão pré-Natal a ex-mordomo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de dezembro de 2012 as 13:47, por: cdb

O papa Bento XVI perdoou Paolo Gabriele, seu ex-mordomo que foi condenado em outubro por vazamento de documentos confidenciais que revelavam um suposto caso de corrupção na Santa Sé, disse o Vaticano neste sábado.

O Vaticano informou que o papa visitou Gabriele na prisão no sábado de manhã para lhe conceder pessoalmente o perdão. Gabriele foi então liberado e já voltou para sua família, segundo o Vaticano.

Papa Bento XVI
O papa Bento XVI perdoou seu ex-mordomo, Paolo Gabriele

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, ressaltou que a visita de Bento XVI relembra a ida à prisão que João Paulo II fez para encontrar Ali Agca, o turco que tentou assassiná-lo em 1981, na praça de São Pedro do Vaticano.

Foi “um gesto paternal para uma pessoa com a qual o papa compartilhou durante vários anos uma familiaridade diária”.

Gabriele foi condenado por furto qualificado em 6 de outubro no ano passado e estava cumprindo uma sentença de 18 meses em uma cela do Vaticano.

Ele foi preso em maio, depois que a polícia encontrou com ele vários documentos que haviam sido roubados do escritório do papa. Gabriele os repassou para a mídia, no caso que ficou conhecido como “Vatileaks“, espalhando um grande embaraço para o papa Bento.

O Vaticano disse que o papa também tinha perdoado um segundo empregado do Vaticano, Claudio Sciarpelletti, que foi condenado por cumplicidade Gabriele.