Papa anuncia seis beatificações

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 27 de abril de 2003 as 09:54, por: cdb

O Papa João Paulo II anunciou neste domingo seis novas beatificações, entre elas a da italiana Eugenia Ravasco, que segundo a Igreja salvou uma menina boliviana, e o capuchinho ítalo-austríaco Marco d’Aviano, protagonista com seus apaixonados sermões da libertação de Viena, assediada pelos exércitos otomanos em 1683.

O Papa, auxiliado pelo cardeal Camillo Ruini, realizou a cerimônia na praça de São Pedro, onde estavam presentes dezenas de milhares de pessoas sob um céu nublado.

João Paulo II pronunciou a fórmula de beatificação sem se levantar de sua cadeira.

As fotos dos seis religiosos beatificadados, todos italianos, exceto Marco d’Aviano, exibidos nas fachadas da basílica São Pedro, foram aplaudidos pelo público ao fim do ato.

Com voz firme, o Papa evocou amplamente a vida e trabalho de cada um deles.

Ao citar o exemplo de Marco d’Aviano, o Papa afirmou que neste momento em que surgem novas perspectivas de cooperação para o continente europeu “sua unidade será mais sólida se estiver baseada em raízes cristãs comuns”.

Giacomo Alberione (1884-1971) fundador do semanário Famiglia Cristiana, foi saudado por João Paulo II como um bem-aventurado que sentiu a necessidade de divulgar Jesusn Cristo “aos homens de nosso tempo com os meios de nosso tempo”.

Os outros beatificados são María Cristina Brando (1856-1906), María Domenica Mantovani (1862-1934) e Giulia Salzano (1846-1929), fundadoras de congregações ou de instituições para jovens e doentes.