Palmeiras procura novo treinador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de dezembro de 2002 as 23:18, por: cdb

A diretoria do Palmeiras está descontente com o trabalho de Levir Culpi. E por isso, está procurando um novo treinador.

Interlocutores ligados ao presidente Mustafá Contursi revelaram que o cartola admira o trabalho de três profissionais. Na ordem: Jair Picerni (Guarani), Tite (Grêmio) e Émerson Leão (Santos).

No entanto, o mandatário não está com muita pressa. Tanto, que está se desfazendo de boa parte do elenco antes mesmo de definir o novo comandante. Deixaram o Parque Antarctica, após o rebaixamento da equipe, nove jogadores. São eles: Leonardo Moura, César, Marco Aurélio, Rubens Cardoso, Jeovanio, Itamar, Nenê e Paulo Assunção.

De Campinas, Picerni afirmou que não foi procurado por Mustafá. Porém admitiu que gostaria de trabalhar no alviverde. “Tenho contrato com o Bugre até agosto”, disse. “Mas não existe multa rescisória entre as partes”, frisou.

O ex-técnico do São Caetano ficou satisfeito ao saber do interesse do Palmeiras. “É importante saber que um dos maiores clubes do país admira o trabalho do Picerni. Fico orgulhoso”.

Além de Picerni e Tite, Leão também conta com a simpatia do presidente. Campeão Brasileiro com o Santos, o ex-goleiro ainda não renovou o seu compromisso com o Peixe. Uma nova reunião deverá acontecer na sexta-feira.

Francisco Lopes, diretor do Santos, afirmou que o clube não fará loucuras para manter Leão. “Trata-se de um profissional top, mas não podemos fugir da nossa realidade”, destacou.

Levir
O contrato de Levir Culpi encerra-se no final de dezembro e provavelmente não será renovado. Os conselheiros que apóiam Mustafá não querem que o técnico continue dirigindo a equipe.