Palmeiras perde e cai para a segundona

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 17 de novembro de 2002 as 18:25, por: cdb

O Palmeiras perdeu para o Vitória por 4 a 3, no Barradão, e foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A partida foi cheia de alternativas e só a vitória interessava ao time paulista. Mesmo com os três pontos, o Vitória foi eliminado.

Ao contrário do que boa parte da imprensa comentou durante a semana, o Vitória não fez corpo-mole durante a partida e, logo aos 3min, abriu o placar: Allann Delon subiu mais que a zaga palmeirense e cabeceou para o chão, sem dar chances para o goleiro Sérgio.

Mas o Palmeiras não se intimidou com a desvantagem prematura e chegou ao empate dois minutos mais tarde, com Flávio, que aproveitou a sobra do lance de Itamar e, da pequena área, desviou para o gol.

O empate deu mais empolgação para o Palmeiras, que passou a dominar as ações e quase conseguiu o segundo gol em dois lances: no primeiro Muñoz bateu da entrada da área e o zagueiro Elói salvou na linha. Pouco depois, Arce cobrou falta que passou perto.

Mas o Vitória também levava perigo em alguns lances e conseguiu um pênalti aos 27min, quando Zé Roberto foi infantilmente seguro dentro da área por Paulo Assunção. Aristizábal bateu bem e balançou a rede.

O Palmeiras voltou do intervalo com o atacante Nenê no lugar de Flávio. A substituição surtiu efeito imediato e o empate aconteceu aos 6min, quando Arce rolou para Nenê, que bateu forte e balançou a rede.

Com o empate, a partida ficou cheia de alternativas, com as duas equipes buscando o ataque e os goleiros sendo bastante exigidos.

Até que, aos 31min, o zagueiro Alexandre falhou feio no lance e deu uma bola de graça para o atacante Zé Roberto, que completou para o gol e decretou a queda do Palmeiras.

Aos 40min, André ampliou a vantagem para o Vitória e garantiu a derrota alvi-verde, que, mesmo com Arce diminuindo para 4 a 3 cobrando pênalti, não foi modificada.