Palmeiras garante vaga nas quartas-de-final do Campeonato Paulista

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de fevereiro de 2003 as 21:51, por: cdb

O Palmeiras fez apenas o suficiente e está nas quartas-de-final do Campeonato Paulista. Neste sábado, em partida emocionante, o Verdão empatou com o Rio Branco por 1 x 1, no estádio Décio Vitta, em Americana, e irá se classificar, na pior das hipóteses, por índice técnico.

Com 11 pontos, o Verdão ocupa a segunda colocação do Grupo 1, onde o União Barbarense já garantiu o primeiro lugar. Neste domingo, o Guarani enfrenta a Ponte Preta e depende de uma vitória para se classificar. Se isso não acontecer, o Palmeiras ficará na posição que está atualmente.

Adãozinho, de pênalti, marcou o gol palmeirense. Tiago anotou para o time de Americana. O Rio Branco foi eliminado e terá de disputar o Torneio da Morte, que levará duas equipes à segunda divisão do Campeonato Paulista.

Precisando apenas de um empate para se classificar, o Palmeiras começou o jogo recuado. Aproveitando esse espaço, o Rio Branco partiu para o ataque e quase abriu o placar aos 3min. Ademir cruzou bola na área e Espíndola, livre de marcação, acertou à trave esquerda do Verdão.

Mas como quem não faz toma, o alviverde de Parque Antarctica saiu na frente. Aos 7min, Muñoz recebeu na área e foi barrado por Damon. O árbitro Cleber Wellington Abade marcou pênalti. Adãozinho cobrou no canto direito sem chance para Gustavo.

O gol não foi sentido pelo time de Americana, que continuou pressionado e alcançou o empate aos 16min. Macedo fez boa jogada individual e cruzou bola fechada na área. O zagueiro Tiago subiu sozinho e cabeceou no canto esquerdo do goleiro Marcos.

A igualdade fez o jogo melhorar muito. Palmeiras e Rio Branco atacavam com tudo e criavam boas chances.

Aos 31min, o Verdão perdeu oportunidade incrível. Zinho lançou Muñoz na área, que tocou para Anselmo sozinho na marca do pênalti. No entanto, o atacante chutou à direita do gol. No final do primeiro tempo, Igor cobrou falta com perigo.

A partida seguiu muito movimentada no segundo tempo. O Palmeiras voltou a assustar logo aos 7min. Pedrinho invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou cruzado. A bola desviou no atacante Anselmo e bateu na trave direita do goleiro Gustavo.

Cinco minutos depois, o Verdão perdeu outra chance de desempatar o jogo. Pedrinho lançou Muñoz na esquerda. O colombiano cruzou para Pedrinho acertar um belo voleio. Gustavo se esticou todo e salvou o Rio Branco de levar o segundo gol.

O time de Americana respondeu aos 26min. Igor fez boa jogada individual e tocou para Rafael sozinho na direita. O volante invadiu a área palmeirense e chutou forte cruzado. Marcos fez excelente defesa e salvou outra vez o Palmeiras.

Sem ter alternativa, o Rio Branco, que precisava vencer para se classificar, partiu com tudo para cima do Palmeiras. Aos 37min, o time da casa perdeu gol incrível. Após duas bolas baterem na trave direita do goleiro Marcos, o volante Magrão salvou o Verdão chutando para fora.

Apesar das chances de gol, o jogo terminou mesmo com o placar do primeiro tempo.

RIO BRANCO 1 x 1 PALMEIRAS

Rio Branco
Gustavo; Germano (Jéferson), Ilton, Tiago e Bill; Damon (André), Rafael e Igor; Ademir (Odil), Espíndola e Macedo
Técnico: Ademir Afonso

Palmeiras
Marcos; Neném, Leonardo, Índio e Marquinhos; Adãozinho, Magrão, Zinho (Correa) e Pedrinho; Muñoz (Thiago Gentil) e Anselmo (Vágner)
Técnico: Jair Picerni

Data: 22/2/2003 (sábado)
Local: Estádio Décio Vitta, em Americana
Árbitro: Cleber Wellington Abade (SP)
Cartões amarelo: Neném e Vágner (Palmeiras)
Gols: Adãozinho, aos 7min, Tiago, aos 16min, do primeiro tempo