Palmeiras anuncia volta de Luxemburgo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de dezembro de 2001 as 20:53, por: cdb

Fim da novela: Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Palmeiras. A apresentação do treinador será segunda-feira, às 10h30, na Academia (Centro de Treinamento do Palmeiras, na Barra Funda). O diretor de Futebol Sebastião Lapolla, depois de muito mistério, garantiu, no fim da tarde desta sexta-feira, que tudo finalmente estava acertado.

Mas o dirigente evitou anunciar oficialmente a contratação do técnico, porque faltava ainda uma derradeira conversa com Luxemburgo, além de acertar os detalhes da apresentação. O técnico está no Pantanal e deverá retornar neste sábado para São Paulo, quando provavelmente se reunirá novamente com Lapolla ou pelo menos manterá contato por telefone com o dirigente.

“O homem é ele mesmo”, disse Lapolla sobre a definição da contratação de Luxemburgo. “Está quase 100% acertado”, garantiu o dirigente que, desde a saída de Luxemburgo do Corinthians, dia 12, negociava sua volta ao Parque Antártica.

Será a terceira vez que Luxemburgo dirigirá o Palmeiras. Na primeira, no período de 1993 e 94, o técnico levou o Alviverde às conquistas do bicampeonato paulista e brasileiro, além do título do Torneio Rio-São Paulo. Voltou ao Palmeiras em 1996 e ganhou novamente o Paulista.

O impasse na questão salarial havia emperrado a contratação de Luxemburgo. O técnico ganhava cerca de R$ 180 mil por mês no Corinthians e estava tentando convencer o presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, a pagar um salário próximo ao que recebia no Parque São Jorge. Havia ainda o argumento de que, nas duas vezes em que dirigiu o Palmeiras, Luxemburgo era considerado o treinador mais bem pago do futebol brasileiro. Na época, porém, a Parmalat, co-gestora do Palmeiras, era quem cobria a folha de pagamento do clube e investia em contratações milionárias.

Mas, agora, argumentou Mustafá, a situação é outra. O Palmeiras não conta com esse tipo de apoio. Por isso o dirigente não cedera à proposta de Luxemburgo. O Palmeiras chegou a pensar até em outros nomes como Geninho, do Atlético-PR.

Mas depois que Geninho decidiu renovar o contrato com o campeão brasileiro, não restou ao Palmeiras outra saída a não ser negociar novamente com Luxemburgo, mas dentro de um teto salarial oferecido pelo clube. O técnico deverá receber R$ 100 mil por mês.

Dispensa – Nesta sexta-feira o Palmeiras acertou a liberação dos atacantes Donizete e Tuta. Segundo o diretor de Futebol Américo Faria, a saída de Donizete foi um consenso. “Ele não queria mais jogar no Palmeiras. Era um direito do atleta e não queremos ninguém insatisfeito aqui”, disse o dirigente sobre Donizete, que disputou 9 jogos (nenhum do começo ao fim) e fez um gol.

Quanto a Tuta, o Flamengo pediu a volta do jogador. O atacante jogou 57 partidas pelo clube do Parque Antártica e marcou 25 gols. Para tentar compensar a saída dos dois jogadores, o Palmeiras acertou a volta do lateral-esquerdo Adauto, formado nos amadores do clube. O jogador atuou no Uruguai e Japão.