Palestra contou a influência de pensadores judeus na literatura

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 24 de março de 2012 as 21:01, por: cdb

24/03/2012 22:07:55

Na palestra Stefan Zweig e a Perseguição aos Judeus, que ocorreu neste spábado, 24, na sala Álvaro Moreyra, o escritor Deonísio da Silva e o professor Voltaire Schilling contaram como a imigração judaica, causada pela Segunda Guerra Mundial, influenciou a literatura brasileira.

Na primeira metade da palestra, Deonísio da Silva, autor de Lotte & Zweig (editora LeYa), falou sobre o escritor austríaco Stefan Zweig, que cunhou a célebre frase “Brasil, país do futuro”, título de seu livro mais famoso por aqui. Deonísio discutiu a vida e a obra do escritor, com ênfase na breve passagem de Zweig pelo Brasil, sua fascinação por nosso país e seu suicídio em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Na segunda parte, o professor Voltaire Schilling ampliou o assunto abordado, falando sobre a perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial, e também sobre como isso ocasionou a vinda de intelectuais que se tornaram importantes para o país, como o escritor e tradutor Paulo Rónai e o diretor teatral Zbigniew Ziembinski.

/semanadeportoalegre

Texto de: Marcelo Oliveira
Edição de: Fabiana kloeckner
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.