Países europeus disponibilizam-se para ajudar Argélia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de maio de 2003 as 17:11, por: cdb

A União Européia (UE) manifestou-se nesta quinta-feira pronta para ajudar a Argélia, atingida na última quarta-feira por um forte sismo que, segundo o último balanço oficial, ainda provisório, provocou mais de mil mortos e cerca de 7.000 feridos.

A ajuda internacional começou a chegar a Argel, onde nesta quinta-feira aterrissou um avião espanhol com bombeiros e cães treinados para localizar vítimas soterradas sob os escombros dos edifícios.

O ministro da Defesa da Bélgica, André Flahaut, anunciou nesta quinta-feira que o governo belga vai enviar na próxima sexta-feira três aviões carregados de ajuda humanitária para a Argélia.

Uma equipe de emergência japonesa de 18 pessoas seguirá nesta quinta-feira para a Argélia, estando previsto o envio na próxima sexta-feira de mais uma equipe de 30 pessoas para ajudar a resgatar e assistir as vítimas do sismo.

Equipes

O Reino Unido está enviando 42 bombeiros para ajudar a encontrar sobreviventes do terremoto, informou um porta-voz da brigada de Manchester nesta quinta-feira.

Os bombeiros e dois cachorros treinados para encontrar pessoas sob escombros partirão de Londres para trabalhar com equipes de resgate na capital Argel, disse ele.

A Itália também vai enviar equipes de emergência e resgate para a Argélia nesta quinta-feira. O Departamento de Proteção Civil da Itália disse estar enviando um avião C-130 com bombeiros, engenheiros e equipes de resgate, e também equipamentos para escavações, cabanas e suprimentos médicos. Autoridades não disseram quantos trabalhadores seriam enviados.

Para a Argélia partiu também uma missão de urgência da organização Médicos do Mundo composta por dois médicos e um encarregado pela logística, que transportará medicamentos e material médico.

Até ao momento, a Comissão Européia recebeu ofertas espontâneas de assistência da Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Grécia, Itália e Reino Unido.