Países do Sudeste Asiático definem prioridades

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 12:40, por: cdb

Os membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) definiram nesta quarta-feira (4) em Pnom Penh, Camboja, a criação de um mercado comum e a integração como prioridades econômicas a curto prazo, no marco da 20ª Cúpula do bloco.

O encontro de dois dias foi encerrado com a aprovação de vários documentos nos quais se explicita o interesse de reforçar os mecanismos para garantir a estabilidade financeira do grupo.

Também se discutiu a necessidade de reduzir a brecha de desenvolvimento entre os integrantes do organismo, para dessa forma facilitar ações com vistas à integração regional.

Para isso, foi considerada relevante a expansão do fundo de infraestrutura da Asean e a proteção dos direitos dos trabalhadores migrantes, junto a uma maior cooperação no setor da agricultura.

Segundo o primeiro ministro do Camboja, Hun Sen, os acordos são essenciais para assegurar que o bloco está “no caminho adequado para conseguir seu objetivo de integração”.

Por sua vez, a delegação do Vietnã considerou que o mecanismo regional deve promover mais projetos de colaboração para desenvolver um mercado comum, elevar a produtividade e garantir a segurança alimentar.

Igualmente, destacou a execução dos planos de desenvolvimento da rede rodoviária entre os integrantes do bloco e do sistema ferroviário Cingapura-Kunming, para facilitar a conexão na região sudeste da Ásia.

O organismo reúne mais de 600 milhões de pessoas e economias com diversos ritmos de desenvolvimento, as quais devem conseguir neste ano um crescimento médio de 5,3% no Produto Interno Bruto.

De caráter regional, a Asean foi criada em 1967 e conta com a participação de Myanmar (Birmânia), Brunei, Camboja, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Cingapura, Tailândia e Vietnã.

Prensa Latina

 

..