Países andinos, Brasil, EUA e Panamá definem estratégia contra as Farc

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 9 de março de 2003 as 14:52, por: cdb

Funcionários dos países andinos, do Brasil, dos Estados Unidos e do Panamá se reunirão na próxima quarta-feira, em Bogotá, para estudar uma estratégia regional contra as Farc, apesar de alguns governos se negarem a classificar essa guerrilha como grupo terrorista, como pedem a Colômbia e a Casa Branca.

No encontro participarão os chanceleres e ministros da Defes dos países latino-americanos, assim como altos funcionários do Departamento de Estado e do Pentágono.

“Vai se coordenar um mecanismo de luta contra os narcotraficantes, as Farc e outros grupos violentos que estão atacando a sociedade colombiana e eventualmente podem levar suas ações para os países vizinhos”, informou uma fonte ligada às negociações.

Esse funcionário enfatizou ainda que a ajuda dos Estados Unidos é vital nas ações da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Venezuela para contra-atacar o narcotráfico e o terrorismo na região.