Pai de juiz assassinado diz que Judiciário foi atingido

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de março de 2003 as 17:01, por: cdb

O advogado Alexandre Martins de Castro, pai do juiz assassinado nesta segunda-feira, em Vila Velha, Espírito Santo, Alexandre Martins de Castro Filho, disse nesta terça-feira, durante o velório do filho, no Rio que, além dos assassinos, espera ver condenado também o mandante do crime. “Todo o Poder Judiciário do Brasil foi atingido”, afirmou.

O corpo de Castro Filho foi levado num carro do Corpo de Bombeiros da base aérea do 3º Comando Aéreo Regional, no centro, até o cemitério de Inhaúma, na zona norte, escoltado por batedores da Polícia Militar.

O presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio, Luiz Felipe Salomão, informou que já estão em vigor algumas medidas de proteção aos juízes no Fórum do Rio e maior rigor na segurança no acesso ao prédio do Tribunal de Justiça, no centro.