Padre italiano preso por pedofilia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de maio de 2003 as 16:49, por: cdb

Quatro pessoas, entre elas um sacerdote italiano, foram detidas por “violência sexual de menores, prostituição e pornografia”, informou nesta terça-feira a polícia de Gênova, no norte da Itália.

O religioso, de 56 anos, que servia numa igreja de Bérgamo, no nordeste da Itália, é acusado de financiar o grupo, especializado em recrutar jovens de entre 10 a 17 anos para a prostituição infantil.

As investigações começaram depois da denúncia do desaparecimento de dois jovens de 14 e 15 anos na região da Ligúria, no norte da Itália.

“O grupo escolhia adolescentes de famílias com problemas. Os “serviços” eram pagos com entre 30 e 80 dólares. Alguns foram enviados ao exterior para acompanhar os clientes, outros mantinham relações com o sacerdote e seus cúmplices”, disse Claudio Sanfilippo, da polícia de Gênova.

O sacerdote, que foi detido enquanto se encontrava na cama com um de seus cúmplices, negou que fosse o coordenador do grupo, especializado também em turismo sexual.

A polícia descobriu na residência do sacerdote material pornográfico, como revistas e fotografias, além de perucas e objetos para relações sadomasoquistas.