Otan reinicia negociações para resolver racha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de fevereiro de 2003 as 14:12, por: cdb

Embaixadores dos países-membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) reiniciaram nesta quarta-feira as negociações em Bruxelas para tentar resolver o racha envolvendo uma possível guerra no Iraque.

A disputa se iniciou quando França, Alemanha e Bélgica vetaram a proposta americana de enviar armamentos para a Turquia para defender o país em uma possível guerra contra o Iraque.

Os três países foram contra, alegando que a decisão seria um sinal que a via diplomática para desarmar o regime de Saddam Hussein havia chegado ao fim.

Depois de negociações informais para resolver o problema na terça-feira, a reunião oficial durou cerca de 15 minutos e terminou sem uma solução.

Plano

De acordo com diplomatas que estão participando das negociações, o secretário-geral da Otan, George Robertson, deve apresentar um novo plano para tentar chegar a um acordo.

A Turquia é o único dos 19 membros da Otan que tem fronteiras com o Iraque. Esta é uma das piores crises enfrentadas pela aliança militar em seus 54 anos de existência.

O governo dos Estados Unidos já anunciou que o momento da decisão sobre o está chegando para a ONU (Organização das Nações Unidas) e para a Otan.

Na sexta-feira, o inspetor-chefe da ONU, Hank Blix, e o diretor da Agência Internacional de Energia Atômica da ONU (AIEA), Mohammed El-Baradei, apresentam ao Conselho de Segurança o segundo relatório sobre o Iraque.