Orquestra do Municipal se apresenta na Cecília Meireles

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 16 de outubro de 2009 as 12:14, por: cdb

Nos 200 anos da morte de Joseph Haydn, a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro unirá obras de Haydn e de Brahms no programa de seu próximo concerto sinfônico.

Sob regência do maestro Silvio Viegas, a apresentação acontecerá nesta quinta-feira, às 20h, na Sala Cecília Meireles, no Centro do Rio, e terá como solista o violoncelista Hugo Pilger, instrumentista que se destaca entre os melhores do país.

Logo no ínicio do espetáculo, o público ouvirá uma obra do alemão Johannes Brahms, que é o ponto de interseção entre os dois compositores: Variações sobre um tema de Haydn, na qual Brahms se utiliza de um tema do velho mestre austríaco para compor esta obra.

A segunda peça é do próprio Haydn, Concerto para violoncelo e orquestra em dó maior, descoberta em 1961 – ou seja, 152 anos após a morte do compositor – pelo musicólogo Oldrich Pulkert, no Museu Nacional de Praga.

É um dos raros concertos para violoncelo daquele período, de grande virtuosismo. E é considerada uma das obras mestras do criador da sinfonia clássica e dos quartetos de cordas, como Haydn é conhecido.

A Sinfonia n° 2, de Brahms, encerra o programa . É uma das peças-chave do Romantismo alemão, entre as quatro do compositor, e a de mais fácil compreensão, com sua orquestração leve e brilhante.

Programa:
Concerto Sinfônico – Obras de Haydn e Brahms
Regente: Silvio Viegas
Solista: Hugo Pilger – violoncelo
Dia: 22 de Outubro de 2009
Hora: 20 horas
Local:Sala Cecília Meireles
Preço: R$ 20
Desconto de 20% para assinantes de O Globo
Classificação Etária: Livre