Operação policial obriga as Farc deixarem dois reféns para trás

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 23 de dezembro de 2003 as 16:48, por: cdb

Uma operação realizada por policiais e militares colombianos obrigou as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) a abandonar um vereador e um engenheiro civil seqüestrados numa estrada do norte do país, informaram nesta terça-feira, autoridades de Bogotá.

A Polícia Nacional disse que os dois cidadãos haviam sido seqüestrados nesta segunda numa falsa blitz armada pelo grupo rebelde entre San Jacinto e Carmen de Bolívar, localidades a cerca de 900 quilômetros da capital colombiana.

Uma operação conjunta entre polícias e fuzileiros navais obrigou os rebeldes das Farc a deixar para trás os reféns, que a fonte identificou como Carlos Manuel Ali e Diego Hernando Gómez.

Ali é vereador de Magangué, município da mesma região, e Gómez trabalha como engenheiro civil, informou a Polícia, que também disse que os guerrilheiros foram perseguidos durante horas pelas tropas.

O seqüestro foi atribuído à Frente 37 das Farc, o maior grupo rebelde do país.