Operação militar na Amazônia visa ‘entorpecer o crime organizado’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 24 de junho de 2003 as 11:17, por: cdb

O Comando Militar da Amazônia (CMA) realiza nesta terça-feira manobra de treinamento da operação de combate ao crime organizado na fronteira do Brasil com o Peru e Colômbia, chamada de Operação Timbó.

O objetivo da operação, segundo o chefe do Estado-Maior do CMA, Abelardo Prisco, é “entorpecer o crime organizado”.

As ações envolvem uma área de 520 mil quilômetros quadrados e pretendem flagrar narcotraficantes, grupos guerrilheiros e criminosos ambientais. A operação tem custo de R$ 7 milhões.

A operação mobiliza um dos maiores contingentes em manobras do gênero – 4,7 mil homens, e um dos maiores aparatos – 15 helicópteros, cinco navios e 12 lanchas.

As manobras envolvem unidades das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), uma tática de operação combinada que vem sendo posta em prática desde o ano passado. Os exercícios vão se estender até o dia 27 deste mês.